Questões

Perguntas frequentes sobre a Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz

Sobre a sociedade sacerdotal

O que é a Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz?

A Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz é uma associação de clérigos intrinsecamente unida à Prelatura do Opus Dei. Tem como finalidade fomentar a santidade dos sacerdotes seculares no exercício do seu ministério ao serviço da Igreja, segundo o espírito e a praxis ascética do Opus Dei.

Qual é a finalidade da ajuda espiritual que proporciona?

A ajuda espiritual que a Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz proporciona dirige-se a melhorar a vida interior dos sócios, estimular a sua fidelidade no desempenho dos seus deveres sacerdotais e fomentar a união de cada um com o seu próprio bispo e a fraternidade com os demais presbíteros.

Quando nasceu a Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz?

A Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz mergulha as suas raízes no amor de São Josemaria pelos sacerdotes diocesanos e no acontecimento fundacional que teve lugar a 2 de outubro de 1928, quando o Senhor lhe fez ver o Opus Dei. Não obstante, a sua origem concreta situa-se uns anos depois, em 1943. Com efeito, no dia 14 de fevereiro de 1943, durante a celebração da Santa Missa, S. Josemaria teve uma particular luz de Deus que lhe apresentou a solução que permitiria a ordenação presbiteral destes fiéis do Opus Dei. Tratava-se de erigir, dentro do fenómeno pastoral da Obra, um corpo sacerdotal proveniente do seu laicado e formado de acordo com o seu espírito, que ficaria integrado na mesma instituição, com uma plena condição secular, para a atenção pastoral dos seus membros e dos seus apostolados. Nascia assim a Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz, que foi erigida pelo Bispo de Madrid em 8 de dezembro de 1943, depois de ter recebido o nihil obstat da Santa Sé em 11 de outubro do mesmo ano.

De quem dependem os clérigos das dioceses?

Os clérigos das dioceses que se adscrevem à Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz continuam incardinados na sua própria Igreja particular: dependem só do seu Bispo – nihil sine Episcopo, expressão de Santo Inácio de Antioquia, que S. Josemaria recordava com frequência – e não estão, de nenhum modo, sob a jurisdição do Prelado do Opus Dei.

Como posso receber mais informação?

Pode enviar un email, clicando sobre "Contactar" na parte superior desta página. Se indicar a localidade em que vive, podemos enviar-lhe o contacto de um sacerdote da Sociedade Sacerdotal que viva próximo.

Sobre o Opus Dei

O que é o Opus Dei?

O Opus Dei – Obra de Deus, em latim – é uma instituição hierárquica da Igreja Católica, uma prelatura pessoal, que tem por finalidade contribuir para a missão evangelizadora da Igreja. Concretamente, propõe-se difundir uma profunda tomada de consciência do chamamento universal à santidade e do valor santificador do trabalho corrente. O Opus Dei foi fundado por São Josemaría Escrivá no dia 2 de Outubro de 1928.

O que significa santificar o trabalho?

Significa trabalhar segundo o espírito de Cristo: trabalhar bem, com qualidade, de acordo com a justiça e respeitando as leis, com o fim de amar a Deus e servir os outros. Desse modo, se contribui para santificar o mundo a partir de dentro e para tornar o Evangelho presente em todas as actividades, tanto as que parecem brilhantes como as mais humildes e escondidas, porque perante Deus o importante não é o êxito humano, mas sim o amor com que é feito o trabalho.

O que são as Prelaturas pessoais?

As prelaturas pessoais são circunscrições eclesiásticas, previstas pelo Concílio Vaticano II e pelo Código de Direito Canónico, constituídas para levar a cabo, com grande flexibilidade, determinadas tarefas pastorais. Os fiéis das prelaturas pessoais continuam a pertencer às igrejas locais ou dioceses onde têm o seu domicílio.