Mons. Fernando Ocáriz nomeia o Conselho geral do Opus Dei

Mons. Fernando Ocáriz, novo prelado do Opus Dei, nomeou os membros do Conselho geral, organismo que, juntamente com a Assessoria central, o assiste no governo pastoral da prelatura.

Do Opus Dei
Opus Dei - Mons. Fernando Ocáriz nomeia o Conselho geral do Opus Dei Da esquerda para a direita.: Julien Nagore, Carlos Cavazzoli, Antoni Pujals e Lucas Niklison.

Mons. Fernando Ocáriz, novo prelado do Opus Dei, nomeou os membros do Conselho geral, organismo que, juntamente com a Assessoria central, o assiste no governo pastoral da prelatura. Nos próximos dias também se publicará neste site o nome das mulheres que irão fazer parte da nova Assessoria.

Mons. Mariano Fazio é o vigário geral e Antoni Pujals o vigário secretário central.

Com a aprovação dos participantes no terceiro congresso eletivo do Opus Dei, o prelado nomeou Mons. Mariano Fazio (Buenos Aires, 1960) vigário geral e o sacerdote Antoni Pujals i Ginebreda (Terrassa, 1955) vigário secretário central (anteriormente foi vigário delegado da prelatura na Catalunha de 2002 a 2016).

O prelado também nomeou três vice-secretários, um prefeito de estudos e um administrador geral para as várias áreas da ação formativa e apostólica dos homens do Opus Dei: atividades com a juventude, evangelização da família, formação teológica e espiritual, etc. Os nomeados são Javier de Juan (Albacete, Espanha, em 1975), vice-secretário; Carlos Cavazzoli (Buenos Aires, Argentina, 1962), vice-secretário; Matthew Anthony (St. Louis, Estados Unidos, 1981) vice-secretário; Luis Romera (Barcelona, Espanha, 1962), prefeito de estudios; e Julien Nagore (nascido em Pamplona en 1951 e residente em Paris desde jovem), administrador geral.

Foram igualmente nomeados os delegados regionais das diversas circunscrições por onde se distribui geograficamente a acção apostólica da prelatura, e que atualmente são 49. Procedem de 30 países.

Finalizado o congresso, o prelado nomeou o sacerdote Javier Yániz (Barcelona, Espanha, 1976) diretor espiritual e Mons. Carlos Nannei (Santa Fé, Argentina, 1945) procurador junto da Santa Sé. Ambos colaboram diretamente com o Conselho. O diretor espiritual ajuda o prelado na orientação espiritual dos fiéis da prelatura e em questões relativas à doutrina católica e liturgia. Entre as suas atribuições está o acompanhamento dos sócios da Sociedade Sacerdotal da Santa Cruz, uma associação de clérigos intrinsecamente unida à prelatura do Opus Dei. O procurador ocupa-se mais diretamente com as relações da prelatura com a Santa Sé.

Mais informações sobre o congresso eletivo